into the wild. into ourselves.

domingo, outubro 05, 2008

comecei a vê-lo carregada de cepticismo :) ... acabei a lacrimejar ... fascinou-me tanto que foi dos primeiros filmes que pus na lista aqui ao lado.
há uma frase, quase no final, que me encantou. não a encontro nas citações, não a encontro em lado nenhum, acho que terei de ver novamente o filme para a (re)conhecer. talvez seja melhor assim.
um amigo lembrou-me há 3 dias do encanto da banda sonora deste filme (obrigada Jota) e desde então que estas músicas me perseguem.

when you want more than you have, you think you need...

late at night I hear the trees, they're singing with the dead / Overhead...

there’s a big / a big hard sun / beating on the big people / in the big hard world ...



God's place is not all that we need, Christopher. you realised it. but just a second too late.

1 comentários:

Anónimo disse...

foi um dos filmes que tentei ver em 2007. já há muito que ouvia falar do projecto do sean penn mas faltou qualquer coisa. e nunca vi o filme.

ouvi a banda sonora.

uma viagem a descobrir dentro de uma outra viagem.

João
osdiasdasnoites.