gostos.

segunda-feira, novembro 03, 2008

gosto do cheiro da terra quando chove.
gosto das poças de água. do piso molhado que faz escorregar os olhos.
gosto do nascer do sol. do silêncio da luz a crescer.
gosto das noites de verão, do vento quente que tudo invade.
gosto de me perder num livro. de dirigir o filme na minha cabeça.
gosto de invejar o que os outros escrevem. das palavras que gostaria de ter escrito.
gosto de brincar com as palavras. de deixar que me surpreendam.
gosto de fotografar. de guardar os meus momentos. para mim.
gosto de ouvir uma música nova. até à exaustão ou até ela se entranhar.
gosto das recordações das músicas do passado.
gosto de ficar na cama depois de acordar. aconchegar o edredon com música.
gosto de olhar para os riscos de luz na cortina.
gosto de pés enroscados em pés. de pele com pele. calor.
gosto de me lambuzar com gelado de chocolate. de lamber a colher.
gosto de trovoada. da luz. do barulho. da força.
gosto de toques. de dedos nos meus dedos. nos lábios. em mim.
gosto do cheiro do mar. do sal na pele.
gosto de falar com velhos amigos. das saudades.
gosto de frases como "já não te vejo há muito tempo" mas "nunca me esqueci de ti".
gosto de falar com novos amigos. que sentem como se fossem velhos (amigos).
gosto da inocência das crianças. dos beijos que dão. porque sim.
gosto que tentem destapar aquilo que não digo.
gosto de tactear a alma de quem tenho ao lado.
gosto de surpresas. e de evidências.
gosto de arder. e de acalmar.
gosto que me desafiem. e me dominem.
gosto de pôr o volume do auto-rádio no máximo. e berrar.
gostas?

3 comentários:

BF disse...

Gosto!

Anónimo disse...

uma lista de coisas inevitáveis. de significados. de utilidades para usar enquanto se vive.

faltou. gosto da sombra das árvores sobre as águas. a quietude do reflexo.

um abraço.

João
osdiasdasnoites

acoldzero disse...

gosto tanto...

obrigado pela presença e pelos comentários, e obrigado por gostares também. vou levar algum tempo a perder-me por aqui, mas já me fascinei com algumas coisas que encontrei, como este post, por exemplo, tão simples e simbólico. *