passaram anos.

segunda-feira, janeiro 05, 2009


e porque há coisas para as quais só encontro as palavras dos outros... passaram anos, poderiam passar séculos... entendo o vosso rosto, passaram anos e ainda nos emocionamos, abrimos os álbuns de décadas passadas e as lágrimas coroam as memórias e os reencontros. há regressos que valem tudo. há regressos sem os quais não haveria passos em frente. há regressos que parecem nem ter nunca envolvido partidas.

amigo, não tenho perguntas para fazer-te, basta-me
olhar. passaram anos, poderiam ter passado mais
anos ainda. poderiam passar séculos.

entendo o teu rosto. isso basta-me quando te vejo.
para mim, serás sempre o príncipe, a criança que
me mostrou as árvores.

o tempo não passou, amigo. agora, ao chegares,
olho para ti. o teu rosto é igual. agora, ao chegares,
sei que nunca partiste.

josé luís peixoto


beijinhos, meninos, tot ziens & bis bald :)

6 comentários:

MS disse...

há amigos que não vemos durante anos e revemos como se tivessem partido na véspera, são poucos, mas são os que valem mais

M disse...

é... é bom voltar e ver o que não mudou :)

diana disse...

É bom revermo-nos nas palavras de outrém... é sinal de que, no fundo, alguém nos entende.

E é bom sentir um certo tipo de saudade, uma certa saudade deliciosa que sabemos que vamos matar junto dos que mais amamos.

É bom ver o teu amor pelos teus "meninos".

Paulo T Pires disse...

as palavras dos outros por vezes dizem(-nos) aquilo que nos falta, ou que não somos capazes de articular. É bom ter esses abrigos...

Rapunzel disse...

mas este já não dá pra assobiar e tal...

Brida disse...

@MS
mesmo, valem tanto. ficamos a pensar porque nos afastámos por tanto tempo.

@M
é óptimo, M. e ver tudo o que mudou, mas também que isso não mudou em nada o sermos como somos uns para os outros.

@diana
tens razão, é bom revermo-nos nas palavras que parece que foram escritas por/para nós :) e sentir saudades. e sentir que sentiram saudades de nós.

@Paulo
e dá tanto prazer descobrir esses abrigos. e aconchegarmo-nos nessas palavras.

@Rapunzel
:) dá para sorrir. e não te preocupes, tu consegues arranjar sempre motivos para assobiar nos meus posts...mesmo quando eu os tento meter pelo meio dos outros :P